vicosa
Prefeito eleito Robertinho concede entrevista no Rádio e diz que precisa de 180 dias para reorganizar Mucuri

Por Athylla Borborema

O prefeito eleito de Mucuri, Roberto Carlos Figueiredo Costa, o “Robertinho“ (DEM), concedeu a sua primeira entrevista pública ao meio-dia desta quinta-feira (19/11) ao jornalista e radialista Rubens Floriano, do Jornal 97, da Rádio Três Corações 97,5 FM de Itabatã, onde por uma hora respondeu todas as indagações do apresentador. Reafirmou inúmeros compromissos de campanha e disse que o seu futuro governo terá foco no cidadão e criticou duramente todos os gestores que lhe sucederam nos últimos 16 anos que abandonaram o município e esqueceram literalmente de cuidar do patrimônio público e das políticas públicas em favor da população mais pobre.

Falou que o cidadão em Mucuri precisa voltar ao centro da atenção política, porque na sua perspectiva o interesse da sociedade precisa estar muito acima dos interesses ideológicos. Defendeu uma nova cultura política com um trabalho de gestão com foco no desenvolvimento econômico e social, com o objetivo de criar as condições para que as pessoas tenham a sonhada qualidade de vida. “Hoje o perfil do cidadão de Mucuri é desesperançoso, porque vive em um município esquecido. O cidadão precisa ser o centro de interesse da gestão. O objetivo de uma administração deve ser a melhoria da qualidade de vida das pessoas”, falou.

O vereador

Robertinho disse que vai administrar para toda a população é não somente para os 6.355 eleitores que votaram nele, que será o prefeito de todas as 23.483 pessoas que foram às urnas no último dia 15 de novembro, que será o prefeito de todos os 45 mil habitantes do município de Mucuri. Enfatizou que na gerência da Prefeitura Municipal manda ele e não a sua esposa e nem tão pouco os vereadores (fazendo alusão a atual gestão). Destacou que estabelecerá um relacionamento harmonioso com o Poder Legislativo por entender que trata-se de poderes independentes, no entanto, harmônicos. Que a parceria é importante para o crescimento do município, mas que com vereador só conversará com as portas e as janelas abertas e que só admitirá conversar com aquele vereador que defenda os interesses da coletividade. Disse que acredita na nova composição da Câmara Municipal e que com os novos parlamentares deseja ter um relacionamento de retidão, respeito e de parceria pública e, que está pronto para combater os vícios que se estabeleceram entre Executivo e Legislativo ao longo do tempo em Mucuri.

O servidor

Robertinho informou que no seu futuro governo, uma das suas metas é pagar os funcionários públicos municipais e os fornecedores em dia. E aos servidores, já em 2021, vai enviar ao parlamento Projeto de Lei propondo plano de carreira às categorias, aumento de salário e estabelecendo planos de valorização e qualificação dos servidores públicos de Mucuri. No entanto, pediu à população 180 dias de tolerância para poder reorganizar o município de Mucuri, para que possa tomar pé da situação e planejar a Prefeitura Municipal para o futuro. Anunciou que tão logo tomar posse no dia 1º de janeiro, cortará todas as gratificações existentes nos quadros do município e que as gratificações só vão retornar após realizar um censo no quadro de funcionários da Prefeitura Municipal para que todos compareçam aos seus postos de origem, objetivando corrigir os desvios de funções, existentes ao “bel-prazer” e as indevidas gratificações oferecidas a servidores que nem trabalhar vão.

Viver melhor

Robertinho disse ainda que teve a oportunidade de governar o município duas vezes e nunca fez uma dívida em nome do município e saiu sem deixar um débito para pagar com nenhum organismo privado ou público do Estado ou da União, porque tudo que construiu, foi com recursos próprios. E que nos últimos 16 anos, os quatro prefeitos que passaram por Mucuri, deixaram o município penhorado em dívidas com os bancos por meio de financiamentos públicos. Quando falou, que terá grandes dificuldades neste sentido, no entanto, será valente para solucionar todos os percalços que vai encontrar pela frente. Realçou que modernizará o turismo de Mucuri e o tornará sustentável para que a geração de emprego e renda seja permanente no município. Assegurou mais uma vez, que governará, sobretudo, para os mais pobres e reafirmou o seu compromisso de campanha com o lançamento do Cartão Renda Mucuri que vai beneficiar diretamente as famílias em situação de vulnerabilidade. E ainda disse que pretende também lançar um programa próprio para beneficiar famílias de baixa renda com a sua casa própria para que as pessoas possam viver melhor em Mucuri, dentro da proposta de um governo que almeja fazer o município crescer e cuidar das pessoas.

Log in or Sign up