Sepultado o corpo de Max Miller, vítima aos 31 anos da Covid-19 em Teixeira de Freitas

Da redação TH

Max Miller Souza, de 31 anos, segundo relatos de familiares, estava internado desde o dia 8 de dezembro no Hospital de Campanha, após ser diagnosticado com a Covid-19. Ele não apresentava mais os sintomas do vírus, porém, a doença deixou sequelas e por complicações ele foi transferido para a UTI do Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), onde continuou recebendo tratamento médico.

Segundo um boletim médico, o paciente presentou melhoras e estava acordado há quatro dias, mas neste domingo (3) ele precisou ser sedado novamente e na madrugada sofreu uma parada cardiorrespiratória e veio a óbito.

Às 15h desta segunda-feira (4) o corpo foi enterrado no Reviver Cemitério Park, na própria cidade de Teixeira de Freitas. Max Miller era amante do esporte e semanalmente participava de uma resenha esportiva nas redes sociais.

Log in or Sign up