Presos 12 acusados de envolvimento em incêndios criminosos em Eunápolis

Informações: SSP/BA

Doze pessoas acusadas de participação no incêndio de veículos do serviço público, na cidade de Eunápolis, foram capturadas, na manhã desta quinta-feira (11), durante operação integrada entre as forças da Secretaria da Segurança Pública da Bahia e de São Paulo, nos municípios de Eunápolis, Ilhéus e na cidade de Monte Mor, em São Paulo. Drogas, armas e cerca de R$ 60 mil acabaram apreendidos na operação.

Um caminhão de coleta de lixo e três ônibus foram destruídos durante incêndios provocados entre os meses de outubro e novembro de 2020, no município de Eunápolis, sob o comando de líderes de um grupo responsável pelo tráfico da região.

De acordo com o delegado Moisés Damasceno, titular da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Eunápolis), os grupos envolvidos com tráfico de entorpecentes, roubos e homicídios queriam inibir as ações policiais.

De São Paulo, um foragido do sistema prisional repassava as ordens para um comparsa na cidade de Ilhéus, que comandou a execução dos crimes. Segundo o comandante da 7ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Eunápolis), major Vagner Gonçalves Ribeiro, todos os presos integravam uma organização criminosa e estão ligados também a execuções de rivais.

Durante a operação foram apreendidos aproximadamente R$ 60 mil em espécie, cerca de 25 quilos de drogas, entre maconha, cocaína e crack, além de sete armas de fogo.

As investigações apontaram que os capturados pretendiam provocar novas incinerações de patrimônios de empresas públicas e privadas, mas foram impedidos pela polícia.

Integraram a operação profissionais da Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública, das 6ª, 7ª e 23ª Coorpins (Itabuna, Ilhéus e Eunápolis respectivamente), da 7ª CIPM, da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Mata Atlântica, da Rondesp Sul e da PC de SP.

Log in or Sign up