Esposa evolui e deixa UTI ao receber visita do esposo em Teixeira de Freitas

Por Athylla Borborema

O ex-vice-prefeito de Nova Viçosa “Uruta” diz que salvou a esposa ao tomar decisão de visitá-la na UTI. Ela evoluiu rapidamente ao vê-lo depois de 62 dias internada

O ex-vice-prefeito de Nova Viçosa, o tabelião de cartório Rufino Griffo Ribeiro, o “Uruta”, 64 anos, publicou nas redes sociais um emocionante relato dos dias de sofrimento que ele e sua esposa Cleusa Griffo vivenciaram, após teste positivo para a Covid-19. Uruta e sua esposa Cleusa ficaram internados, ele por 11 dias e ela chegou a 62 dias.

No final da nota, eles enaltecem os agradecimentos à equipe do Hospital Sobrasa, de Teixeira de Freitas. Uruta e Cleusa foram internados dia 15 de dezembro do ano passado. Ele recebeu alta 11 dias depois, no dia 26, mas ela permaneceu nada menos que 62 dias, até o dia 17 de fevereiro.

Uruta descreveu:

“Estamos vivenciando algo que nunca vimos. Quem imaginaria que um vírus teria tamanha capacidade de levar nossos entes queridos, amigos e conhecidos através de um simples toque.  Álcool em gel, máscara e distância é tudo o que deveríamos fazer para manter nossa vida, mas talvez não o bastante. Toque de recolher, lockdown, hospitais superlotados, novos leitos, leitos estes também superlotado. O que fazer? Cada movimento vira alvo para a Covid-19. Minha esposa e eu, incluídos no grupo de risco, fomos vítimas desta enfermidade. Desde o momento em que chegamos ao Hospital Sobrasa, da cidade de Teixeira de Freitas, fomos atendidos rapidamente”.

“Amigos ofereceram aviões e até vaga para um dos melhores hospitais do país, ouvimos sugestões para ir para outro estado, mas queríamos confiar na capacidade do melhor hospital da nossa região. O Hospital Sobrasa é uma referência da rede privada para a Covid-19, adotando protocolos com um excelente resultado, com quase 100% de recuperação.

Todos sabemos que o método para combater e tratar o vírus é universal. Logo, cabe à rede de saúde seguir corretamente esses procedimentos. Minha esposa permaneceu aos cuidados dos grandes profissionais desta rede durante 62 dias, tanto eu como minha família fomos acolhidos pelos médicos, enfermeiros, técnicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos e funcionários, e enxergamos o carinho e a preocupação com a recuperação da minha querida esposa Cleusa Griffo. Os dias foram se passando e com isso víamos uma grande evolução.

Minha esposa evoluiu em me ver ao visitá-la na UTI

Ademais, após dias de muita ansiedade, noites sem dormir, a saudade não cabia mais no peito e tomei a decisão e coragem para visitá-la. Todos ficaram impressionados em como ela evoluiu ao me ver. Então, passei a fazer questão de pegar a estrada todos os dias para ver a minha amada companheira.

Eu, com certeza, devo ter ajudado ela a ter forças, mas sabemos que quem a salvou, primeiramente, foi o nosso Deus e, em segundo, os nossos queridos profissionais da saúde da rede Hospital Sobrasa.”

Minha mulher voltou pra casa!

“É com muita alegria que digo: ‘Minha mulher voltou pra casa!’. Teremos mais histórias pra contar, mais viagens para fazer e, principalmente, mais vida para viver, e isso não seria possível se não fosse a esplêndida adaptação e preparação do hospital para com esta doença. Agradeço ao Hospital Sobrasa e principalmente aos médicos Alex Amarante, Alexandre Marques, Fabio Rocha, Henrique Botelho, Túlio Cassiano e Drª Gleyci. Aqui, faço questão de agradecer sem distinção a todos trabalhadores do Hospital Sobrasa pelo carinho a que nos foi dispensado”, ressaltou Uruta.

Log in or Sign up