Bahia não sai do zero com São Paulo e perde chance de retornar ao G-6

A rodada tinha tudo para ser perfeita para o Bahia. Com a derrota do Internacional para o CSA, em jogo que terminou mais cedo, o Esquadrão podia terminar a rodada na quinta posição, caso vencesse o São Paulo, nesta quarta-feira, 9, na Arena Fonte Nova. No entanto, o time sofreu com a falta de criatividade. Sem Guerra, suspenso, e sem Gilberto, machucado, o Tricolor pouco criou diante de um time paulista que sofreu com lesões durante o jogo. E o 0 a 0 não foi o resultado esperado para os mais de 31 mil torcedores que foram ao estádio.

A ausência de Guerra levou o técnico Roger Machado a apostar em Ronaldo, formando uma trinca de volantes com Gregore e Flávio. A ideia era clara: com o São Paulo de Diniz querendo implementar seu estilo de jogo, o contra-ataque seria a principal arma do Bahia, e os homens de marcação seriam essenciais para recuperar a bola. 

Não deu certo, pelo menos na maior parte do jogo. Com pouca pressão na saída e dificuldade para tirar a posse do São Paulo, o Bahia teve pouquíssimas oportunidades de contra-atacar, e não soube aproveitar nenhuma delas. O Tricolor paulista, por sua vez, controlou o ritmo do jogo, e criou boas chances, principalmente no primeiro tempo. 

Agora, o Esquadrão terá que remar tudo de novo caso queira continuar lutando pelo G6. O Baêa terminou a rodada na oitava colocação. O próximo jogo será no sábado, 12, contra o Fluminense, no Maracanã.

Log in or Sign up