STJD nega efeito suspensivo a presidente do Vitória

Da redação TH

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva multou o presidente do Vitória, Paulo Carneiro, em R$ 21 mil, além de suspensão de 135 dias, em decorrência da ameaça feita por ele à arbitragem e ao meia Vinicius, do Ceará, na última partida entre os times, no dia 26 de agosto. Paulo Carneiro ainda assistiu parte do jogo à beira do campo, o que não é permitido pela CBF.

Enquadrado por invasão de campo, descumprir a diretriz técnica ao não utilizar máscara, ofender a arbitragem e por ameaçar o atleta do Ceará, o presidente do rubro-negro fica impedido de frequentar os jogos do Vitória, bem como representar o clube. A decisão cabe recurso.

Log in or Sign up