cara970x250
Deltan Dallagnol deixa coordenação da Lava Jato

Da redação TH

O MPF (Ministério Público Federal) anunciou nesta 3ª feira (1º.set.2020) que o procurador da República Deltan Dallagnol está se desligando da força-tarefa da Lava Jato no Paraná “para se dedicar a questões de saúde em sua família”.

Dallagnol esteve à frente da coordenação da força-tarefa por 6 anos, desde quando foi a 1ª operação foi deflagrada, em 14 de março de 2014. Ele também ocupava o cargo titular do 15º ofício do MPF no Paraná.

“Por todo esse período, enquanto Coordenador dos trabalhos, Deltan desempenhou com retidão, denodo, esmero e abnegação suas funções, reunindo raras qualidades técnicas e pessoais. A liderança exercida foi fundamental para todos os resultados que a operação Lava Jato alcançou, e os valores que inspirou certamente continuarão a nortear a atuação dos demais membros da força-tarefa, que prosseguem no caso”, disse o MPF em nota.

Em substituição, o procurador da República no Paraná Alessandro José Fernandes de Oliveira, que atualmente faz parte do grupo de trabalho da Lava Jato da PGR (Procuradoria Geral da República), deve assumir as funções antes exercidas por Dallganol.

Segundo o MPF, Alessandro tem “reconhecida experiência” no combate ao crime organizado. Também é o membro com maior antiguidade na Procuradoria da República do Paraná a manifestar interesse e disponibilidade para coordenar os trabalhos da Lava Jato.

Deltan, que solicitou 1 período de 15 dias para auxiliar na transição, deve assumir as funções de Alessandro, no 16º ofício do MPF no Paraná.

Log in or Sign up