cara 970
Prefeito de Cabrália tem candidatura à reeleição barrada pela Justiça Eleitoral

Da redação TH

O prefeito e candidato à reeleição de Santa Cruz Cabrália, Agnelo Santos (PSD), está fora da corrida eleitoral após decisão da 121ª Zona Eleitoral, que negou o registro de candidatura ao gestor, pelo fato de o mesmo ter sido condenação em segunda instância por atos de improbidade administrativa. A ação foi movida pelo vereador Humberto Cachoeira, representado pelo advogado Antônio Pitanga Nogueira Neto, baseada em decisão do Ministério Público Eleitoral (MPE).

O juiz Rogério Barbosa de Souza e Silva, indeferiu o pedido de candidatura de Agnelo Santos Júnior na última sexta-feira, 16 de outubro.

Agnelo Santos (Cabrália), Robério Oliveira (Eunápolis) e Cláudia Oliveira (Porto Seguro), foram alvos da operação “Fraternos” da Polícia Federal (PF), numa acusação de desvio de recursos públicos na ordem de R$ 200 milhões. Os gestores conseguiram decisões judiciais e continuam à frente das prefeituras dos três municípios.

Com o indeferimento de Agnelo a sua coligação “Avante Cabrália” terá que apresentar outro candidato para substituí-lo, apesar dele ter gravado um vídeo afirmando que vai continuar com a campanha e tentará reverter a decisão de primeira instância no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).

Log in or Sign up