eunapolis970
Baleia Jubarte de 12 metros é encontrada morta na Praia da Costa do Atlântico em Nova Viçosa

Por Athylla Borborema/fotos Fernando Firmo

Uma jovem baleia jubarte de aproximadamente 12 metros e 25 toneladas, encalhou e morreu na praia do balneário da Costa do Atlântico, no litoral sul do município de Nova Viçosa. Na manhã desta quarta-feira (16/06), a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Nova Viçosa contou com o apoio da Suzano, que enviou uma equipe da empresa Macplan Terraplanagem que com o auxílio de uma escavadeira hidráulica, enterraram os restos mortais da jubarte na faixa de areia.

A baleia jubarte apareceu na Costa do Atlântico na tarde da última segunda-feira (14) e, desde então, o animal já em avançado estado de decomposição atraiu diversos curiosos à praia. Conforme a bióloga Carla Beatriz Gonsalves Duarte, secretária Municipal de Meio Ambiente e Turismo de Nova Viçosa, antes da remoção do animal, pesquisadores do Instituto Baleia Jubarte foram até o local na manhã desta quarta-feira (16) para realizar coleta de materiais biológicos e avaliar o estado da carcaça do animal durante a realização da necrópsia.

A secretária Carla Beatriz enfatizou que as baleias jubartes do Atlântico Sul vêm ao Brasil anualmente para reprodução e passam o verão se alimentando nesta região do Arquipélago de Abrolhos, no extremo sul da Bahia. Todos os anos, as baleias jubartes viajam da Antártida até o litoral brasileiro para acasalar e ter os filhotes, já que, mesmo no inverno, as águas do Brasil são mais quentes e calmas.

“A região preferida das jubartes são as águas da Costa das Baleias, na faixa compreendida entre os territórios de Prado, Alcobaça, Caravelas, Nova Viçosa e Mucuri, considerada o berçário da espécie. Infelizmente, com a temporada, nos deparamos com a chegada de animais mortos ou debilitados. Por isso, o trabalho de monitoramento e análise de necropsia, realizados pelo Instituto Baleia Jubarte, são de grande importância para a manutenção e preservação da baleia símbolo de nossa região”, alertou a secretária municipal e bióloga Carla Beatriz.

Log in or Sign up