Preso: Divulgada a identidade do homem acusado de assassinar a ex-esposa em Teixeira de Freitas

Da redação TH

A delegada Kátia Guimarães, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Teixeira de Freitas (DEAM), divulgou no fim da tarde desta quarta-feira, 21 de outubro, a identidade do homem acusado de assassinar a ex-companheira, Márcia Souza Andrade. O corpo da vítima foi encontrado horas antes enterrado numa cova vasa em um areal no bairro João Mendonça.

Trata-se de Renaldo Gonçalves da Costa, o “Chilavert”, de 39 anos, que está preso por força de um mandado de prisão temporária solicitado pela delegada Kátia Guimarães e decretado pelo Poder Judiciário. Antes de ser preso o acusado compareceu à DEAM e de maneira espontânea se dispôs ajudar nas buscas por Márcia, que até então era considerada desaparecida pela família.

Durante o depoimento dele e de outras duas pessoas, a delegada Kátia Guimarães começou a desconfiar do suspeito e antes de solicitar a prisão de Renaldo, pediu perícia em sua residência, onde os peritos do Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas (DPT), encontraram um colchão com uma mancha de sangue, a blusa da vítima e uma machadinha, que segundo a perícia pode ter sido a arma usada no crime.

O caso

Segundo relatos da família, Márcia, que estava no Espírito Santo trabalhando na colheita da pimenta-do-reino, veio para Teixeira de Freitas visitar os dois filhos, que moravam com Renaldo. Na quarta-feira (14) ela participou do aniversário de uma das crianças, que pediram à mãe que dormisse com eles na casa do pai, o que acabou acontecendo.

A partir deste dia os parentes não conseguiram mais nenhum contato telefônico com a mulher e procuraram a Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas (DT), onde formalizaram a ocorrência do desaparecimento. Nesta quarta-feira (21), sete dias após o desaparecimento, populares desconfiaram do acúmulo de abutres no areal e solicitaram a presença da Polícia Militar, que encontrou o corpo da vítima parcialmente enterrado.

De acordo com a delegada Kátia Guimarães o acusado negou o crime, mas após o achado do corpo será novamente ouvido. Se ficar comprovado que Renaldo assassinou a ex-companheira, ele vai responder por feminicídio e ocultação de cadáver.

Log in or Sign up