Acusado de integrar facção criminosa na Paraíba é preso em posse de drogas no interior de Medeiros Neto

Da redação TH

Na tarde desta segunda-feira, 26 de outubro, uma guarnição do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), da 44ª Companhia Independente da Polícia Militar de Medeiros Neto (CIPM), deslocou-se ao distrito de Juracitaba, interior do município, onde estaria funcionando um ponto de venda de drogas.

Assim que os policiais chegaram ao lugar e foram ao endereço suspeito, detiveram Diogo Santos da Silva, o “Mazara”, acusado de ter sido integrante da facção criminosa “Bonde da Al-Qaeda”, quando residia no estado da Paraíba, onde também já cumpriu pena por assalto.

Em poder do acusado os militares apreenderam 6 pedras de crack, 7 papelotes de cocaína e 8 buchas de maconha, droga embalada e que estava nos bolsos de sua bermuda.

Logo após a descoberta “Mazara” recebeu voz de prisão e foi recambiado à Delegacia Territorial de Medeiros Neto (DT), onde o delegado Willian Telles, após oitiva, procedeu com o indiciamento por tráfico de drogas, com base no Artigo 33 da Lei 11.343/2006.

Durante buscas o delegado Willian Telles ainda constatou haver um mandado de prisão em desfavor do acusado pelo crime de assalto, expedido pela 1º Vara Criminal de Teixeira de Freitas.

Depois de passar por exames de corpo de delito, Diogo Santos da Silva, o “Mazara”, foi encaminhado ao Conjunto Penal de Teixeira de Freitas (CPTF), onde ficará à disposição da Justiça.

Além de várias passagens na polícia e a condenação oriunda do estado da Paraíba, consta no banco de dados da Polícia Civil que o elemento preso, em 2013, cumpriu sete anos de detenção por assalto à mão armada e sequestro.

Log in or Sign up