Nova Vicosa 970
Rui critica verba federal para político que apoiar reforma: “Não vou negociar a vida do povo”

O governador Rui Costa (PT) criticou a decisão do governo federal de destinar verba extra para o deputado federal que votar a favor da reforma da Previdência, no plenário da Câmara. O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), teria oferecido R$ 40 milhões em emendas parlamentares até 2022 para cada voto a favor.

Segundo informações divulgadas pela coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, neste sábado (08), o petista, que já admitiu em carta assinada com outros governadores que há a necessidade de reformas da previdência, tributária e política, disse que não é possível defender “mudança no BPC e na aposentadoria rural” para os baianos.

“O governo precisa saber que esse dinheiro, no Nordeste, movimenta a economia. A feira, o comércio. (…) Esse negócio de ‘só vou dar dinheiro para quem votar com a Previdência’ me afasta. Não vou negociar moeda com a vida do povo. É constrangedor”, afirmou.

Rui ainda falou sobre o impacto do projeto do governo Bolsonaro aos cofres baianos e disse que uma pesquisa realizada pela equipe dele mostrou que alguns pontos oneram as contas estaduais. Ele ainda falou sobre o impacto da reintrodução da paridade para agentes penitenciários e policiais, concedendo o mesmo direito de reajustes tanto para funcionários ativos, quanto para inativos.

“Isso, sim, é ideologia. Como o governo tem esse viés policialesco, faz esse aceno. Mas policiais são a maior parte do déficit dos estados. Isso nos onera. (…) Dizem que a capitalização é um bode na sala. Se é bode, passou da hora de tirar. Se demora, o cheiro fica”, disse. (Informações: Varela Notícias)

___________________________________________________________________________________________________________________

Log in or Sign up