Prefeitura Mucuri 970x250
Escritores da Literatura Infantil participam do 2º Café com Leitura do Memorial Histórico do Legislativo

O Memorial Histórico da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas realizou na tarde desta terça-feira (05/11), a 2ª edição do Café com Leitura, uma programação cultural dedicada à literatura infantil que nesta edição trouxe o tema “Aprendendo com os Animais” com a participação dos escritores de livros infantis Katrine Carvalho, Samuel Alves e Valentina Pandolpho Magalhães. Os alunos convidados foram os do 2º Ano F das turmas das professoras Késsia Gonçalves de Souza e Elenice Araújo do Socorro, da Escola Municipal Recreio do bairro Bela Vista, em que a diretora é a professora Cristiane Ferreira de Souza Ferraz.

Dentre os convidados especiais, esteve a escritora e pedagoga Katrine Carvalho, autora do festejado livro “Fred, o Labrador Amarelo” uma obra fascinante em que escreveu em homenagem ao seu cão de estimação “Fred” no início de 2019. Arrancar e rasgar as roupas do varal, comer o papel higiênico, rasgar lixo e sapatos e mastigar a torneira do quintal são travessuras comuns de alguns cachorros. Atitudes como essas, que causam certa chateação entre os “humanos”, terminaram servindo de inspiração para que a professora Katrine Carvalho, de 31 anos, escrevesse um livro sobre as “travessuras” do seu próprio animal de estimação, o labrador Fred. Conforme contou Katrine, que é formada em pedagogia e pós-graduada em alfabetização nas séries iniciais, “Fred” é personagem principal do seu primeiro livro. Ao palestrar para as crianças, elas se divertiram bastante ao falar da narrativa do personagem do ponto de vista do cão.

Outro convidado foi o imortal da ATL - Academia Teixeirense de Letras, o escritor Samuel Alves Silva, autor de inúmeras obras sobre histórias infantis e contos de fadas, que escreve histórias para os pequenos que muita gente grande gosta que veiculam em suas obras ideias engraçadas e bem humoradas, recriam situações inusitadas que não só divertem o leitor, mas também o levam a refletir sobre a realidade que o cerca. No Café com Leitura, Samuel Alves trabalhou o tema do Bullying com base no seu livro “Bull o Peixe Boi”. “As escolas, os professores muito têm feito para aproximar as crianças dos livros de histórias, tentando despertar nelas o prazer da leitura. Mas tudo será mais fácil se começar na família. Por mais simpáticos e atenciosos que sejam os profissionais do livro, nada substitui a relação afetiva entre pais e filhos no momento da leitura”, alertou o escritor Samuel Alves.

A pequena escritora Valentina Pandolpho Magalhães, de 11 anos, autora dos livros “A Princesa que Amava Flores” e “Os Patinhos Perdidos” foi uma outra convidada especialíssima para o evento que falou das suas obras e descreveu a sua paixão pela leitura e pela escrita. Sobre o processo de criar uma história, Valentina Pandolpho Magalhães relembra como se divertiu em pensar em toda sua narrativa. “Gosto de servir de exemplo para outras crianças”. Agora, a pequena grande autora está aproveitando sua realização e esforço para encantar novos leitores, gerando mais inspirações para novos autores. A Valentina vem participando de eventos em outros escolas, assim como palestra contando sobre sua experiência em escrever um livro e incentivando outras crianças a fazerem o mesmo.

O presidente da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas, vereador Ronaldo Alves Cordeiro (PSC) participou do evento e palestrou para as crianças presentes e destacou que a missão do Memorial Histórico do Poder Legislativo é promover a universalização da cultura em todos os aspectos e em relação ao “Café com Leitura” trata-se de uma programação que leva a criança adquirir mais facilmente o conhecimento, além de se comunicar melhor. “A leitura em geral faz o indivíduo crescer, experimentar mundos novos, sensações e sentimentos. A leitura de textos de literatura infantil, mesmo para crianças ainda não alfabetizadas, é um caminho que leva a criança desenvolver a imaginação, emoções e sentimentos de forma prazerosa e significativa”, explica o presidente Ronaldo Cordeiro.

Para a diretora da Escola Municipal Recreio do bairro Bela Vista, professora Cristiane Ferreira de Souza Ferraz foi muito gratificante esse evento no Memorial da Câmara Municipal porque pode contribuir com o fortalecimento do hábito da leitura nas crianças, tendo como suporte pedagógico as obras dos autores presentes e a interação entre eles e os alunos, inclusive cantando e exercendo outras atividades recreativas numa belíssima troca de informações que deixaram todos os alunos encantados. “Foi um orgulho termos participado da 2ª edição do café com Leitura do Memorial Histórico da Câmara Municipal promovendo a possibilidade de acelerar o desenvolvimento cognitivo das nossas crianças que são peças chaves para este processo de aprendizado da leitura de textos de literatura infantil. Inclusive, foi muito bom ver criança escrevendo para criança”, ressaltou a diretora Cristiane Ferreira.

Para a pedagoga Marta Santana, coordenadora do Memorial da Câmara Municipal, quando uma história é boa, ela pode fazer a criança viver outra vida, ou seja, a vida da personagem da história e usando a imaginação, a criança vai viajando, reelaborando sua realidade pelo imaginário, pela fantasia. “A primeira manifestação consciente da produção de literatura específica para crianças foram os livros de leitura usados nas escolas. Infelizmente, o costume de se contar histórias antes de dormir está se perdendo. A televisão anda substituindo os pais e a leitura. Com a correria do dia-a-dia, os pais nem se dão conta disso. Não percebem o quanto esse momento é importante, pois, enquanto o pai lê e a criança viaja na leitura, cria-se um laço de cumplicidade entre eles. Essa cumplicidade é que aproxima, une e amplia essa relação. Essa criança terá tudo para ser um excelente leitor”, alertou Marta Santana.

Para a jornalista e historiadora Samanta Siepierski, também da coordenação do Memorial da Câmara Municipal, os livros são portas para o conhecimento, bem como outros hábitos, o gosto pela leitura deve ser desenvolvido desde cedo, mesmo antes do processo de alfabetização. Isso, além de tornar a Literatura Infantil parte da vida dos pequenos, estimula a criatividade, a empatia, o raciocínio, o respeito, a concentração, o desenvolvimento cognitivo e da linguagem, uma visão de mundo mais ampliada, entre outros vários benefícios. E o objetivo do “Café com Leitura” é justamente inserir os pequenos no universo da literatura infantil. (Por Athylla Borborema)

Log in or Sign up