eunapolis970
Sesab emite alerta por variantes do coronavírus em 31 municípios baianos

Informações: A Tarde

Em comunicado de alerta emitido esta semana, a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) informou o registro no estado de 93 casos da variante brasileira P.1 (identificada inicialmente em Manaus) e 13 casos da B.1.1.7 (do Reino Unido) do novo coronavírus, recomendando que sejam evitadas todas as viagens "não essenciais" para os 31 municípios baianos nos quais foram detectadas as "variantes de atenção".

No final de março, haviam sido notificados na Bahia 43 casos da P.1 e nove casos da B.1.1.7. A variante brasileira, informa a Sesab, já foi encontrada nos municípios de Amargosa, Anguera, Brumado, Camaçari, Cipó, Conceição do Jacuípe, Cruz das Almas, Dias D’Ávila, Feira de Santana, Guanambi, Ilhéus, Irecê, Itabuna, João Dourado, Juazeiro, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Mutuípe, Porto Seguro, Retirolândia, Riachão do Jacuípe, Salvador, Santaluz, Santo Antônio de Jesus, São Gonçalo dos Campos, São Sebastião do Passé, Serra Preta, Serrinha e Tanhaçu. Já a variante do Reino Unido foi verificada apenas em Ilhéus, Itapetinga, Lauro de Freitas, Prado, Salvador.

A secretaria destaca que as variantes citadas exigem maior atenção do poder público e da população, devido às "mutações capazes de acarretar maior transmissibilidade e maior gravidade do quadro clínico".

Procurada, a Sesab informou que os alertas sanitários são padronizados pelo Cievs (Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde) do Ministério da Saúde. "E no que tange a questão das viagens, elas são parte das orientações do Ministério da Saúde e OMS", acrescentou a pasta. A recomendação de não fazer viagens "não essenciais" também consta nos comunicados anteriores.

A secretaria não informou quantas variantes ou linhagens do coronavírus já foram registradas na Bahia. No final de fevereiro, a Sesab divulgou que o Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-Ba) havia identificado 13 diferentes linhagens do vírus desde que iniciou o sequenciamento genético do Sars Cov 2. Entre as mutações já detectadas na Bahia, está também a linhagem peruana C.14, introduzida no estado a partir de um viajante que aportou em Salvador de navio, em fevereiro. Também circula na Bahia, desde janeiro, a P.2, verificada primeiro no Rio de Janeiro.

No comunicado de alerta mais recente, entraram na lista de municípios com a P.1 Conceição do Jacuípe, Dias D'Ávila, Juazeiro, Porto Seguro, Santo Antônio de Jesus e São Gonçalo dos Campos. Por sua vez, Prado passou a integrar a lista de cidades com casos da B.1.1.7.

Dos 93 casos registrados da variante brasileira, 40 demandaram hospitalização e 29 resultaram em óbito. Entre os 13 casos da variante do Reino Unido, foram duas mortes, ambas após hospitalização.

Rio de Janeiro - A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES) informou que foi detectada uma nova variante do Sars Cov 2 em circulação. Ela foi batizada de P.1.2, por ser uma mutação da P.1, identificada primeiramente em Manaus.

A P.1.2 foi encontrada principalmente na região Norte do Rio de Janeiro, mas também em amostras nas regiões Metropolitana, Centro e Baixada Litorânea. A P.1 continua com maior frequência no estado, correspondendo a 91,49% das amostras analisadas. Já a P.1.2 aparece em segundo, presente em 5,85% das amostras submetidas ao sequenciamento realizado pela secretaria. No Rio de Janeiro, a B.1.1.7 estava em 2,13% das amostras, e a P.2, em 0,53%.

Log in or Sign up